quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Uma casa Mal assombrada

Histórias de casas mal assombradas, existem aos montes. Mas uma me chamou atenção, pois fenômenos ocorriam até durante o dia. Nesse caso nem tem muita história, posto que a moradora que me contou nunca falou nada de excepcional que ocorreu antes desses fenômenos acontecerem. Então vou citar só as experiências vividas pela família.

Uma família normal, vivia ate uns 8 anos atrás numa antiga fazenda localizada num lugar denominado Capivara da Fumaça. Eles viveram uns três anos convivendo com coisas inexplicáveis que ocorriam o tempo todo. Após grandes sustos, e um início de depressão eles abandonaram essa casa, que existe até hoje. Mais agora sem moradores.

Então vou descrever tais eventos. Tudo começou quando uma das filhas da dona da casa começou a ver gente correndo em volta da casa sempre em dois horários, meio dia e três da tarde. De início ninguém acreditou na menina, até que em um dia de chuva a mãe foi conferir onde a menina falava que via as pessoas e viu rastros em volta de toda casa.

Outro fenômeno sempre acontecia na cozinha. Nas madrugadas dava pra se ouvir gente tirando café da garrafa e comidas nas panelas. Entretanto, quando alguém ia averiguar, só encontrava os copos e pratos sujos.

Também aconteceu mais de uma vez e com pessoas diferentes. Algo puxar os cobertores de quem estava dormindo, mas quando a pessoa acordava não via nada.

E nos últimos dias que essa família esteve lá ouvia se um choro de criança. E era comum na manhã do dia seguinte eles encontrarem chupetas e mamadeira na casa.

Esses relatos são de uma grande amiga minha, que mora na cidade há alguns poucos anos. E depois que saiu da casa nunca mais voltou lá. Segundo ela, foram três anos de muito pavor.

7 comentários:

  1. apavorante visões com materializações de pequenos detalhes ligados aos fatos... eu heim... "sinais"

    ResponderExcluir
  2. Me deu medo esse conto. Mas achei interessante. Muito boa sua inciativa de compartilhar e registrar o folclore de Ervália.

    ResponderExcluir
  3. Essa história ainda não havia conhecido! O Blog tá cada vez melhor André ;D

    ResponderExcluir
  4. Caraca meu... Só da pra ler seu blog até 3 horas da tarde se não nem durmo...

    ResponderExcluir
  5. Muito legal, adoro histórias assim que dão medo, apesar de ser muito medrosa kkkk. Adorei

    ResponderExcluir